Seguidores

7 de nov de 2010

The Byrds: bateu saudade no Clovis



Presente de Clovis Mesquita para a turma


Fiz a pesquisa sobre a Banda:


The Byrds foi uma banda estadunidense de rock formada em 1964 em Los Angeles. Consistindo em uma mistura entre o folk rock de Bob Dylan e o som pop de The Beatles, a banda é considerada uma das mais importantes e influentes para o rock na década de 1960.

Durante sua carreira ajudaram no desenvolvimento de gêneros como folk rock,space rock e rock psicodélico.

Estão no Hall da Fama do Rock and Roll e vários integrantes obtiveram sucesso em carreiras solo após deixarem o grupo que se desfez em 1972.

História

1964 - O início

A banda foi formada em 1964 por Jim McGuinn (batizado como James McGuinn III, nascido em 13 de Julho de 1942 em Chicago, Illinois) (ele mudou o nome para Roger McGuinn in 1967), Gene Clark (batizado como Harold Eugene Clark, nascido em 17 de novembro de 1944 em Tipton, Missouri; morto em 24 de maio de 1991) e David Crosby (batizado como David Van Cortland Crosby, nascido em 14 de agosto de 1941 em Los Angeles). O baixista Chris Hillman (nascido em 4 de dezembro de 1944 em Los Angeles) e o baterista Michael Clarke (batizado como Michael Dick, nascido em 3 de junho de 1946, em New York; morto em 19 de dezembro de 1993) juntaram-se a banda depois.

Quando ainda eram um trio gravaram a música "The Only Girl I Adore" se autodenominando como The Jet Set. Após tornarem-se um quinteto eles passaram a ensaiar e gravar na World Pacific Studios em Los Angeles e lançaram um compacto com as músicas "Please Let Me Love You" e "Don't Be Long" sob o nome de The Beefeaters.

1965: Folk Rock


Assinaram um contrato com a Columbia Records e mudaram o nome para The Byrds. Em 20 de janeiro de 1965, gravaram a canção "Mr. Tambourine Man", de autoria de Bob Dylan. A canção recebeu um tratamento elétrico, no que ficou conhecido como folk rock. Atingiu o primeiro lugar na Billboard Hot 100 e na UK Singles Chart.

O primeiro álbum da banda, que recebeu o nome da canção, contava com versões de outras três composições de Dylan ("Spanish Harlem Incident", "All I Really Want to Do" e "Chimes of Freedom"), uma versão de "The Bells of Rhymney", de Pete Seeger, além de composições próprias.

1965

Os Byrds gravaram "Turn! Turn! Turn!", adaptação de Pete Seeger para o início do terceiro capítulo do Livro de Eclesiastes da Bíblia. A canção tornou-se o segundo número um da banda na Billboard Hot 100 e deu nome ao segundo álbum dos Byrds.

Rock Psicodélico

Cansados do folk rock começaram a experimentar novos sons. No final de 1965 gravaram "Eight Miles High", uma das primeiras músicas psicodélicas. A música foi lançada primeiramente em compacto em 1966 e depois junto ao álbum Fifth Dimension (em julho de 1966). Porém Gene Clark abandonou a banda antes do lançamento, em março.

Irritados com o sucesso produzido da banda americana The Monkees, The Byrds gravou a música "So You Want to Be a Rock 'n' Roll Star", uma crítica ao negócio da música. A música fez parte do quarto álbum da banda Younger Than Yesterday.

1967: Mudanças

Começaram a surgir tensões na banda, McGuinn and Hillman começaram a ficar irritados com Crosby. Neste mesmo ano tocaram no Festival de Monterey, Crosby cantou a maioria das músicas e fez discursos entre as músicas sobre o assassinato de John Kennedy e sobre os benefícios do uso de LSD. Com as tensões aumentado a banda despediu Crosby que juntou-se a Stephen Stills e Graham Nash formando a banda Crosby, Stills & Nash. Gene Clark juntou-se a banda por três semanas mas após sua saída The Byrds chamou o baterista de estúdio Jim Gordon e o guitarrista Clarence White para finalizar o próximo álbum. Clarence White tornou-se membro da banda oficialmente. O álbum The Notorious Byrd Brothers foi lançado em 1968 que mixava o folk rock, rock psicodélico, jazz além da música country. Alguns críticos de música consideram este o melhor álbum do The Byrds.
Após o álbum, o The Byrds ficou reduzido a dois integrantes (McGuinn and Hillman) eles acabram chamando Kevin Kelley para assumir a bateria e Gram Parsons para os teclados (que posteriormente passou a ser guitarrista da banda).

1968: Música Country

Com a nova formação a banda mudou de rumo novamente. Em janeiro de 1968 eles tocaram em Nashville e logo começaram a gravar um álbum ao estilo country, Sweetheart of the Rodeo. O álbum não atingiu muito sucesso e antes do lançamento Parsons abandonou a banda. Kelley largou a banda logo depois de Parsons.

Para substitui-los foram contratados o baterista Gene Parsons e o guitarrista Clarence White. Dois shows após as novas contratações Hillman abandonou a banda e em seu lugar entrou o baixista John York. Roger McGuinn era agora o único integrante presente desde o início da banda.

1969 e 1970

Após o álbum The Dr. Byrds & Mr. Hyde eles lançaram o álbum Ballad of Easy Rider ambos de 1969. Em 1970 lançaram o álbum Untitled e no ano seguinte o Byrdmaniax que trouxe uma decepção pois o produtor Terry Melcher fez algumas alterações no álbum que desagradaram a banda.

1972

Em 1972, os cinco integrantes originais se reuniram e gravaram um álbum mas sem o nome da banda. O nome adotado foi "Gene Clark, Chris Hillman, David Crosby, Roger McGuinn, Michael Clarke" mas o álbum se chamou Byrds. Menos de um mês depois do álbum ser lançado eles realizaram o último show.

1973

Clarence White morreu atropelado e Gram Parsons de overdose de morfina misturada a álcool. Gene Clark e Michael Clarke morreram em 1991.

Discografia

        21 de junho de 1965 - Mr. Tambourine Man
        6 de dezembro de 1965 - Turn! Turn! Turn!
        18 de julho de 1966 - Fifth Dimension
        20 de fevereiro de 1967 - Younger Than Yesterday
        3 de janeiro de 1968 - The Notorious Byrd Brothers
        22 de julho de 1968 - Sweetheart of the Rodeo
        3 de fevereiro de 1969 - Dr. Byrds & Mr. Hyde
        27 de outubro de 1969 - Ballad of Easy Rider
        16 de setembro de 1970 - (Untitled)
        3 de junho de 1971 - Byrdmaniax
        17 de novembro de 1971 - Farther Along
        março de 1973 - Byrds
        fevereiro de 2000 - Live at the Fillmore - February 1969

Integrantes

Formação Original

        Gene Clark – Vocais
        Roger McGuinn – Guitarra, vocais
        David Crosby – Guitar, vocais
        Chris Hillman – Baixo
        Michael Clarke – Bateria, harmonica

Outros Integrantes

        Kevin Kelley - Bateria (1968)
        Gram Parsons – Guitarra, piano, vocais (1968)
        Clarence White - Guitarra, vocais (1968-1973)
        Gene Parsons - Bateria (1968-1972)
        John York – Baixo, vocais (1968-1969)
        Skip Battin – Baixo, vocais (1969-1973)
        John Guerin – Bateria (1972-1973)
        Joe Lala - Bateria (1973)

Nenhum comentário: